Volta a página inicial
 

 

Parceiros:



 

Rio das Pedras Country Club - Bem-vindo ao nosso portal de notícias .

Movidos pelo ideal de proporcionar maior lazer à população da cidade, alguns valorosos cidadãos barretenses, capitaneados pelo dinâmico líder político Hussein Gemha, houveram por bem, reunir-se na sede da Associação Comercial e Industrial de Barretos - ACIB, no dia 25 de dezembro de 1.962 e, em pleno Dia de Natal, decidiram presentear a cidade com um local propício à agradáveis horas de diversão familiar. Nesta ocasião, foi fundado pelos ideais desses abnegados lutadores o "Rio das Pedras Country Clube".

Para que fossem estabelecidas as condições estruturais da nova agremiação, foi eleita sua primeira diretoria provisória, ficando a mesma assim constituída: Presidente - Hussein Gemha; Vice-Presidente - Olivier Waldemar Heiland; 1º. Secretário - Carlos Gonçalves de Souza; 2º. Secretário - Dr. Jurandyr de Sousa; 1º. Tesoureiro - Ercy de Melo Nogueira e 2º. Tesoureiro - Adaury de Oliveira.

Com a aprovação dos estatutos previamente elaborados pelo advogado e membro da diretoria, Dr. Jurandyr de Sousa, a primeira diretoria da instituição desde logo, tratou da legalização da entidade.

Alguns meses após, em 4 de abril de 1.963, foi eleita sua primeira diretoria definitiva, sendo composta pelos seguintes membros: Presidente - Hussein Gemha; Vice-Presidente - Olivier Waldemar Heiland; 1º. Secretário - Emílio José Pinto; 2º. Secretário - Dr. Jurandyr de Souza; 1º. Tesoureiro - Ercy de Melo Nogueira; 2º. Tesoureiro - Adaury de Oliveira.

O Conselho Fiscal foi formado de forma eclética pelos seguintes membros: Washington Barbosa Leite, funcionário da CPFL, Francisco Walker Theodoro de Andrade (Chiquito Costa) - pecuarista, Dr. Décio de Deus Silva - Médico, Ruy Menezes - Jornalista e pelo comerciante Paulo Pereira.

Ficou então deliberado que, seriam colocados à venda o total de 10.000 títulos patrimoniais, concedendo a permissão de venda ao corretor de imóveis Hildegardes dos Santos Rosa.

Com o sucesso da comercialização dos primeiros 500 títulos, em 15 de abril de 1.963, a entidade pode adquirir dez alqueires de terras, área necessária à construção de sua sede de campo, que distava cerca de 11 quilômetros do centro da cidade, situadas às margens da rodovia Brigadeiro Faria Lima, Km 432, no trecho compreendido entre a cidade de Barretos e a vizinha cidade de Colômbia. Estas terras que deram origem ao clube de campo, pertenceram ao espólio da Sra. Mariana Ladeia da Silva, sendo pago pela aquisição da gleba, a quantia de Dois milhões Trezentos e Noventa mil e Seiscentos e vinte e cinco Cruzeiros.

Tempos após, movidos pelos ideais de expansão e de dotação da cidade com um dos mais bem estruturados clubes de toda a região e do estado, os membros de sua diretoria votaram pela aquisição de mais uma gleba de terras, adquirindo para tanto do Sr. Ary dos Santos, pela quantia de Dois Milhões Trezentos e Oitenta e Cinco Mil e Duzentos e Cinqüenta Cruzeiros, mais cinco alqueires de terras contíguas às primeiras já adquiridas pela instituição, perfazendo a partir desta nova aquisição, um total de 15 alqueires de área adquirida.

Com cerca de 500 títulos comercializados, área privilegiada adquirida, local ideal destinado ao lazer de seus associados, coube à diretoria confiar o projeto de construção da sede de campo com toda sua magnitude e circunstâncias à competente profissionais da área. Para tal finalidade, hipotecaram total confiança na capacidade dos arquitetos: Williams Daher, Willey Persch e Nivaldo Gomes, já consagrados nesta área.

A beleza arquitetônica do projeto apresentado encantou à então diretoria, sendo o mesmo aprovado em 30 de julho de 1.963, sofrendo algumas modificações, em atendimento à sugestões do Vice-Presidente do Rio das Pedras, o Sr. Olivier Waldemar Heiland.

Para a execução do projeto, foi contratada em 12 de dezembro de 1.963, pela diretoria do clube, a firma "Cia. Construtora Rosa Cruz", responsável pela transformação do Córrego das Pedras em lago e, pela construção da sede e do parque anexo.

Estando o clube sob a presidência do Tenente Afonso Câmara Filho e, em atendimento às deliberações de assembléia geral, realizada em 16 de agosto de 1.967, foi concedida à firma "Organização Comercial e Imobiliária Mauá", licença para proceder à venda de seis mil títulos patrimoniais da agremiação, devendo os mesmos serem comercializados no prazo de quatro anos, assumindo a mesma organização, a concessão e, em conseqüência deste fato, também o Ativo e o Passivo da instituição pelo período de três anos.

Devido ao desinteresse da concessionária Mauá, em 4 de janeiro de 1.975 foi realizada uma assembléia ordinária geral, onde o contrato anteriormente estabelecido com a empresa foi cancelado, fato que proporcionou ao clube, o comando de seus destinos. Nesta ocasião, foi eleita uma nova diretoria com a finalidade de comandar a também nova estrutura do clube, comandado pelo presidente Washington Barbosa Leite.

Novos e alvissareiros ventos sopraram em direção ao estabelecimento e progresso da instituição, proporcionando a conclusão do parque, a construção do lago que transformou o "Córrego das Pedras" num belíssimo lago com praias artificiais dotadas de branca e fina areia, ornamentadas com exóticos guarda-sóis recobertos de sapé, sendo ainda construídos: o restaurante, bar, salões para jogos e demais dependências.

Tempos após, o clube passou a ser administrado com muito carinho pelo Sr. Hélio Ribeiro e, sob a presidência deste, sofreu considerável expansão e, presidindo a instituição por diversos anos, foi o responsável pela construção da Segunda praia artificial, da pavimentação das belas alamedas internas e da via que dá acesso ao parque além de diversos outros melhoramentos que transformaram o Rio das Pedras Country Clube.

Novas diretorias se sucederam, sempre com o ideal de trabalhar pelo sucesso e melhoramento do clube que possui a maior área de lazer da cidade, 15 alqueires destinados ao lago, praias artificiais, quiosques dotados de churrasqueiras e caixas térmicas individuais, área para camping, salão social, de jogos infantís, quadras de tênis, vôlei, futebol de campo, social, bocha, praça de eventos, pesque e pague, 2 piscinas, solarium, 22 chalés e 06 casas em madeira, destinadas à locação por parte de associados e visitantes, além de uma reserva florestal regularmente legalizada pelo IBAMA.

O "Rio das Pedras Country Clube", hoje mantém cerca de 25 mil associados, possuindo além de sua sede de campo, bem estruturado escritório central, localizado à rua 16 entre as avenidas 13 e 15, dotado com toda infra estrutura necessária ao bom atendimento dos associados. Mantém constantes atividades sócio culturais, onde são ministrados cursos de violão, xadrez, capoeira e artes plásticas por competentes profissionais da área e para um futuro próximo, o clube contará com sua sede central, localizada no mesmo endereço acima citado.

Presidiram o Rio das Pedras Country Clube desde a sua fundação, os senhores: Hussein Gemha; Affonso Câmara Filho; Washington Barbosa Leite; José do Nascimento Prado; Walter Leonel de Souza; Francisco Andrade; Hélio Ribeiro; Paulo Célio Silveira.

Este texto foi criado em 2002, e a Diretoria era composta pelos seguintes membros: Silvio Homero de Souza - Presidente; Edson Luiz da Silva - Vice-Presidente; José Sinhô Filho - 2º. Vice-Presidente; José Maria dos Santos - 1º. Diretor Secretário; Julio César Francisco da Silva - 2º. Diretor Secretário; Antonio Olímpio de Souza Santos - 1º. Diretor Tesoureiro; Osmir Aparecido Pereira - 2º. Diretor Tesoureiro; Paulo Célio Silveira - 1º. Diretor Social; Carlos Aparecido Buriozzo - 2º. Diretor Social; Milton Aparecido da Silva - 1º. Diretor Patrimonial; João Eduardo de Mello Pacheco - 2º. Diretor Patrimonial; Jamil Daher Calil - 1º. Diretor Cultural; Edson Benedito Nery da Rocha - 2º. Diretor Cultural; Luiz Eduardo Soprano - 1º. Diretor de Esportes e Roberto Donizete Bordim - 2º. Diretor de Esportes.

Texto:

Elisete Tedesco

Agradecimentos Especiais:

Aos diretores e funcionários do Rio das Pedras Country Clube.

Imagens:

Acervo do Rio das Pedras Country Clube

Bibliografia:

 "Espiral" - Ruy Menezes

 Hino Rio das Pedras

Autor: José Vicente Dias Leme

 

Hussein Gemha

1962 a 1966

Ercy de Mello Nogueira

1966 a 1967

Uebe Rezek

1975 a 1979

Francisco Andrade

1979 a 1986

Afonso Câmara Filho

1967 a 1974

Washington Barbosa Leite

1974 a 1975

Aymar Ali

1986 a 1990

José Pedro Domingues Netto

1990 a 1994 e 2000 a 2002

José do Nascimento Prado

1974 a 1975

Walter Leonel de Souza

1984 a 1986

Evani Gazetti

1994 a 1996

Antônio Olimpio de Souza Santos

1996 a 2000

Hélio Ribeiro

1975 a 1984 / 1986 a 1990 / 1993 a 1996

Francisco de Andrade

1991 a 1992

Claudine Roberto Pereira

2002 a 2004

Edson Luiz da Silva

2005 a 2006

Paulo Célio Silveira

1997 a 2000

Silvio Homero de Souza

2001 a 2004

André Luiz Homero de Souza

2007 a 2008


Antônio João Guimarães de Paula
2009 a 2010

Antônio Olimpio de Souza Santos

2005 a 2008


Luiz Eduardo Soprano
2009 a 2012


Claudine Roberto Pereira
2011 a 2012

 
Wilson J. de Assis Jr.
2013 a 2014


Milton Ap. da Silva
2013 a 2014

     

 

<<< voltar

 

 

 

127626 visitas.

© 2014 - Todos direitos reservados - Desenvolvido pela Williarts Internet